quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Complexo de William Wallace

Tenho internalizado um conceito de lealdade um tanto distante da realidade, tomo dores de amigos que não tomam as minhas e sinto uma empatia excessiva pelo outro. Chamo isso de Complexo de William Wallace.
Quem assistiu ao filme Braveheart (Coração Valente no Brasil) conhece a historia do homem que tomou as dores do povo escocês que se encontrava sob o jugo Inglês e lutou até a morte pela liberdade de seu país, estrelado e dirigido pelo gatão Mel Gibson. Assisti a esse filma varias vezes na infância junto com meu pai, tinha gravado em fita vhs e confesso que tinha muito mais estomago para as cenas do que hoje e acredito que foi nessa época que formei em minha personalidade essa empatia, essa lealdade para com o outro. Alias, no filme a Era do Gelo 4, existe uma repetição de uma cena de Braveheart, quando vão atacar o navio pirata e aqueles hamsters fofinhos em formação de batalha, tem seu lider com a cara pintada de azul e branco.
Mas essa lealdade de Will Wallece não funciona mais hoje em dia, não mais no dia-a-dia, quando mais importante que ser leal a um amigo, é ter trocentos que você mal conhece nas redes  sociais, quando vale muito mais o numero de curtidas em uma foto que a sinceridade, quando os compartilhamentos são mais importantes que a presença. Willian Wallace é lembrado até hoje e se tornou um herói para a nação escocesa, mas perdeu a mulher que amava e morreu prematuramente... Talvez ele devesse ter fugido. Talvez eu fuja.

Um comentário: