segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

No meu quarto tem estrelas
























Converso com fotografias
Vontade queima em noites frias
E eu espero na penumbra, o amanhecer.

Livre como em mar aberto
Com meus seios descobertos
Me debruço na janela do enlouquecer.

Num desejo ensandecido
Tendo eu já esquecido
Que não posso ultrapassar a linha do querer.

Peço ajuda para a Lua
Que estando também nua
Compreende toda a cura do meu pobre ser.

Então decido de repente
Com o pensamento na gente
Esperar que Morpheu venha me adormecer.

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Devaneio























Nesses curvas que eu passo com os olhos cheios d'água
Esperando a hora certa de me derramar.

Nesses versos tão distantes
Que eu queria aqui bem perto
Ouço ao longe e choro baixo até soluçar.

De tamanha estranheza
A vida põe na minha mesa
Um sabor tão delicado para eu provar.

Provo e fico viciada
Em sua beleza amarga
Que transcende o meu saber de te aproveitar.

Se pudesse tão somente
Em outro tempo, outro presente
A sua figura tão linda eu poder tocar.

Seguiria esse caminho
Certo, errado e com espinhos
A verdade inebriante de poder te amar.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Antropología

Tem gente que passa
Gente que fica, poucos ficam
Tem gente que some
Gente que se esconde, não sei.
Tem gente que sonha
Gente que vivi, ou vegeta.

Gente que finge
Gente que imita
Gente sincera
Gente metida.

Tem gente que acredita
Gente que faz bem pra gente
Gente que te faz mal...
Tem gente que seduz no olhar
Gente que seduz pra danar
Tem gente que encanta a gente
Gente que canta.

Tem gente que gosta de mim
E gente que não gosta
Tem gente que tem fé
Gente que duvida, eu duvido.
Tem gente que só faz besteira
Gente que acerta em cheio
Tem gente que merece
Gente dispensável

Tem gente tão importante
Que faz da saudade presente
Necessária a presença urgente
Essas pessoas em minha vida.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

5 minutos

Dá tempo de respirar fundo
De chupar uma bala
De fumar um cigarro
De pensar nos próximos 5 minutos.
Da tempo de um beijo bom
De roubar um beijo
De cultivar um desejo
De realizar um desejo.
Dá tempo de mudar de opinião
De ouvir uma canção
De ler um verso
De olhar no celular
Da tempo de sentir um cheiro
De olhar nos olhos
De se derreter
De trocar de roupa
De tirar a roupa...
Da tempo de se perder
De achar estrelas
De sentir prazer
De viajar na imaginação
De imaginar.


quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Obsessão

Todo dia
Acordo pensando, sentindo vontade
eu dormi sonhando com isso... Falei disso antes de dormir.
Contei, cantei e mostrei como é bom... Delicioso
Me distraio, tento, mas logo já estou nisso outra vez
Comentando.
Sorrindo e lembrando, relembrando
Olhares perdidos achados.
Espero
Na hora do almoço, fico ali... Espiando
Será que vem? Que horas são? Não demora.
Celular, computador.... Ahhhh agonia!
O tempo não passa, preciso disso.
QUERO!
Contorço as pernas
Nó na garganta
Mãos geladas
Arrepio,,, assobio!
Estômago com borboletas
Jogo os cabelos
Me olho no espelho
Retomo o pensamento
Mãos no rosto, sossego
Mãos nos seios, aperto
Fotografias, arquejo.
Tento dormir, que jeito.
Só se for pra alma voar num sonho com lembranças.


segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Confissão

Me aperto, grito e cavo um buraco.
As vezes, me escondo.... Finjo não sentir nada
Permaneço, com classe, sobre meu par de salto alto.
A luz baixa ajuda o momento, sorrir por dentro.
Alucinar.
Só eu vejo, alguns acham que enxergam... Mas é só meu.
Um momento e me DERRETO.
Continuo
Séria, com pudor, como minha mãe me ensinou.
Mais um drink por favor!
E o tempo, ingrato, corre, assim como meu sangue
Louco em minhas veias... Coração.
É pra ser desse jeito, e eu, aceito!
Contentamento parece um saco, mas quando não há o que fazer
É bem vindo.
E sumindo na fumaça, vai.
E na hora de ir embora, vou, o gosto fica.
O abraço, fica.
O perfume, fica.
E o sorriso, ah, esse sorriso, rs
Vai durar uma eternidade!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Enaltecer

Ontem, antes de ir para o intervalo de 1 hora do trabalho, eu fiquei triste....
... Quando cheguei em casa, preparei um pote enorme de Sucrilhos com leite e comecei a comer, com raiva. Liguei meu not e abri o face para chorar as pitangas com uma amiga, nisso vi que um artista que admiro muito tinha lançado um novo vídeo clipe, assisti, chorei e me vi mais uma vez em suas letras poéticas... Salvou minha tarde que quase fora pro vinagre devido a dor de se tornar desimportante para alguém.
Quando voltei pra loja, comecei a contar empolgada sobre a música, o clipe e como esse artista se tornou pra mim um Anjo naquela tarde, nisso, uma amiga querida me perguntou se eu não tinha medo de elevar tanto assim as pessoas, se isso não me causava expectativas irrefletidas, já que as pessoas no fundo e no seu dia a dia podem não ser tudo isso que eu idealizo.
Expliquei que, o meu enaltecer das pessoas é automático quando se trata de algo que eu realmente admiro, algo que muito me toca. Eu admiro o talento musical mais que qualquer coisa, mais que os bombeiros e médicos por exemplo. O amor cantado, a poesia, a sensibilidade e a voz são coisas divinas para mim. Eu não tenho problema em enaltecer pessoas por seus talentos, sei que como humanos, todos temos defeitos, manias, ou fazemos coisas que não agradam o outro, mas isso é ser HUMANO. Acho que o grande problema pra mim, e não ser enaltecida por quem eu gostaria de ser.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Podium

Igualdade na minha opinião é um negocio complicado, já que vejo cada um como individuo independente, apenas semelhante... E o semelhante não é igual, só parecido, rs! Iniciei esse texto dessa forma, pois não queria começar chapoletando a cara de ninguém com mais um ponto de vista meu que a principio para a maioria, pode ser bizarro! Mas lá vai:
Esse papo de que NINGUÉM É MELHOR DO QUE NINGUÉM É ONDA!!! Todos nós somos melhores ou piores que alguém, e lá vai a explicação:
- Sim, todos somos humanos feito de carne, ossos, órgãos, sangue... E nisso somos iguais e ninguém é melhor do que ninguém nesse aspecto, isso para ser legal nê, porque se um nasce com um problema no fígado por exemplo, este é pior nesse aspecto do que uma pessoa saudável... Enfim, aos olhos do Criador ( e só aos dEle ) somos iguais. Mas não somos, por exemplo uma Advogada, é melhor do que eu no sentido Profissional, um Médico é melhor do que um Gari, no sentido Financeiro e Profissional. Uma pessoa que ajuda uma instituição de caridade é melhor do que uma que não ajuda, no sentido AMOROSO da coisa...
Aí, escuto alguém dizer que eu não sou melhor do que ninguém... OPÁ, segue lista:
Sou melhor que muita mulher que não se cuida e põe filhos bastardos no mundo!
Sou melhor do que mulheres que não trabalham e vivem da pouca renda do marido, ou dos filhos, ou dos pais, desculpa mas eu me banco desde os meus 16 anos e isso me torna uma pessoa melhor que outras.
Sou melhor em meu cabelo que basta um vento e tá lindo, do que mulheres que tem de viver no salão por ter uma bucha na cabeça!
Sou melhor em esclarecimento que outras pessoas, porque eu LEIO!
Sou melhor em atendimento.
Sou melhor em me vestir bem.
Sou melhor em tipo físico.
Sou melhor em personalidade.
Sou melhor que pessoas que se deixam levar por drogas,
Sou melhor que quem não se controla com bebida, EU sei me controlar.
Sou melhor que quem mata.
Sou melhor que quem rouba...
... Vish isso pode ficar enorme.
A questão é que sempre haverá alguém melhor ou pior que você, o que podemos fazer a respeito é sempre melhorar, sempre evoluir, sempre querer ser melhor como individuo, não para provar nada a ninguém, apenas para se sentir bem! Podemos ser melhores, não só para nós mesmos, mas melhores para o outro, para quem a gente ama, para quem queremos bem, melhorar, ser melhor é bom!
Então, não viva sendo uma pessoa bosta achando que NINGUÉM  é MELHOR que NINGUÉM porque você já está se classificando como pior. Se todos fossemos iguais, não haveria vestibular, seleção de emprego... Não haveria PRIMEIRO e SEGUNDO colocado!

sábado, 3 de agosto de 2013

Ponit of view

Acredito que a sociedade tá tão saturada de tudo, que as pessoas tem buscado serem tão corretinhas ou tão foda-se eu sou assim, que estão perdendo a capacidade de viver em grupo. Ninguém mais pode ter opinião, ou ser diferente, ou querer a simplicidade. As pessoas estão se fechando em mundos específicos, ou em teoremas distintos onde só vale o que EU penso, o outro está errado.
Estou numa fase de aprendizado constante, todo dia formulo e reformulo conceitos, embora alguns, estejam bem arraigados em mim. Minhas experiências tem me mostrado o quanto é difícil se dar bem com as pessoas, no meu caso, ou sou divertida ou sou exagerada, ou sou fina ou arrogante... E se sou simples, não sou boa o bastante.
A parte mais difícil hoje, é expor seu ponto de vista, no fim das contas, se você quiser ter companhia precisar fechar a boca, ouvir sertanejo e beber até cair... Bom, no meu caso... NÃO.
Tenho meu modo de pensar, mas isso não significa que eu não possa mudar de opinião, me prove o contrário de meus conceitos que irei pondera-los. O fato de ter convivido ao longo de minha vida com todo tipo de gente, me fez criar opiniões sobre grupos distintos, porém não me classifico arrogante ou racista por isso. Tenho amigos negros, brancos, nordestinos, gordos, pobres, ricos, gays, lésbicas e simpatizantes... E tenho SIM conceitos para cada tipo de pessoa, tenho uma opinião para negros, brancos, nordestinos, gordos, pobres, ricos, gays, lésbicas e simpatizantes... E uma explicação para cada um deles.
Assim como tenho plena consciência de que não se GENERALIZA... Mas assim como todo Alemão leva Hitler nas costas, cada tipo de pessoa tem sua marca, isso não nos define como individuo, mas, quem mandou ser Alemão...

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Você não está pronto ou não quer estar

Fizeram a gente acreditar que amor mesmo, amor pra valer, só acontece uma vez, geralmente antes dos 30 anos. Não nos contaram que amor não é acionado nem chega com hora marcada.
Fizeram a gente acreditar que cada um de nós é a metade de uma laranja, e que a vida só ganha sentido quando encontramos a outra metade. Não contaram que já nascemos inteiros, que ninguém em nossa vida merece carregar nas costas a responsabilidade de completar o que nos falta: a gente cresce através da gente mesmo. Se estivermos em boa companhia, é só mais agradável.
Fizeram a gente acreditar numa fórmula chamada "dois em um", duas pessoas pensando igual, agindo igual, que isso era que funcionava. Não nos contaram que isso tem nome: anulação. Que só sendo indivíduos com personalidade própria é que poderemos ter uma relação saudável.
Fizeram a gente acreditar que casamento é obrigatório e que desejos fora de hora devem ser reprimidos.
Fizeram a gente acreditar que os bonitos e magros são mais amados, que os que transam pouco são caretas, que os que transam muito não são confiáveis, e que sempre haverá um chinelo velho para um pé torto. Só não disseram que existe muito mais cabeça torta do que pé torto.
Fizeram a gente acreditar que só há uma fórmula de ser feliz, a mesma para todos, e os que escapam dela estão condenados à marginalidade. Não nos contaram que estas fórmulas dão errado, frustram as pessoas, são alienantes, e que podemos tentar outras alternativas. Ah, nem contaram que ninguém vai contar. Cada um vai ter que descobrir sozinho. E aí, quando você estiver muito apaixonado por você mesmo, vai poder ser muito feliz se apaixonar por alguém.

domingo, 7 de julho de 2013

Explicação

Sou pequena demais pra certos lugares
fraca demais pra certas bebidas
inteligente demais pra certas pessoas
burra demais pra certos intelectos.
Sou romântica demais pra certos ouvidos
direta demais pra certos nordestinos
respondona demais pra certas perguntas
disposta demais pra certas preguiças.
Sou ligeira demais pra certos movimentos
tonta demais pra certas maldades
carinhosa demais pra certos indivíduos
individual demais pra certos amigos.
Sou amiga demais pra certos equívocos
dedicada demais pra certos malditos
apressada demais pra certos quereres
boa demais pra certos prazeres.
Sou medrosa demais pra certas decisões
envolvida demais pra certos corações
triste demais pra certas emoções
incompreendida demais pra certos cabeções.
Sou decidida demais pra certas decisões
acelerada demais pra desacelerar
resolvida demais pra certas impulsões
apaixonada demais, não deveria beijar.
Sou sem noção de medida pra certas matemáticas
chorona demais pra certas palavras
criança demais pra certas atitudes
adulta demais pra certas virtudes...
Não entendeu? Joga no GOOGLE!

terça-feira, 28 de maio de 2013

O lado estranho das coisas

Bateu a tristeza então, bora escrever, vou transformar um pouco o dito da Inês Brasil e dizer:
- Deus disse, escreva por onde que eu te ajudarei, então bora escrevendo... kkk
Talvez esse seja um dos meus textos mais cômicos devido ao meu estado alcoólico no momento, mas também será o mais verdadeiro. Eu realmente gostaria de entender o pensamento masculino, sei que para nós mulheres tá babado porque agora parece que a cada 3 homens 2 são gays e 1 curte um fio terra, e á cada 5, 3 são gays, um é casado e um mente mas é comprometido... Eu não estou preocupada em ficar solteira, nem um pouco, adoro ser porém, estou imensamente preocupada em me apaixonar porque se não me apaixono por um gay descobri que a possibilidade de me apaixonar por um cara comprometido é muito grande, e na boa, não tem coisa pior no mundo, pior ainda se o cara mentir e der pano pra manga da sua paixão...
Eu fico pensando, onde estamos errando, porra, o que acontece com essas mulheres que tem alguém que ama ao seu lado e deixa tanto a desejar a ponto de o cara buscar outra... MENINAS, segurem seus homens!!! Mas também quero dizer aos homens, com tanta mulher no mercado, o que os fazem dar liga num relacionamento que tá uma merda??? Homem é igual a cachorro, não larga um osso se não tiver outro certo a roer, por mais que o primeiro já esteja só no talo.
Bom, como eu disse não estou com medo de ficar solteira e sim de me apaixonar, por que de gay e compromissado o mundo tá cheio! Outro dia, uma pessoa muito querida estava reclamando comigo por estar solteira, dizendo que estava encalhada, eu pensei bem e disse: Gata, você não tá encalhada, você está livre... Livre pra fazer o que quiser, encalhadas estão essas pessoas em relacionamentos TOSCOS onde nem comem e nem saem de cima!

PS: Não fez muito sentido, é o álcool! Foda-se, tomara que quem eu quero que leia, LEIA!

segunda-feira, 29 de abril de 2013

De forma indireta

É incrível como minha vida funciona, não estou me gabando, só contando uma história alias, não há motivo nenhum para me gabar.

Sempre respondi quando alguém me perguntava o que queria da vida, que queria sossego. Achava que isso envolvia muitas coisas pelas quais eu deveria lutar como, um trabalho incrível que pagasse bem e me deixasse em casa nos finais de semana, ou casar e ter um relacionamento estável, estudar, ter um carro, comprar um apartamento, ter filhos. Bom isso parece normal e razoável para qualquer um, mas descobri que não pra mim, não por nada, não que eu não almeje essas coisas, sim são desejáveis, mas eu estava pensando do modo errado, pensando que teria sossego quando atingisse esses objetivos e enquanto isso não tinha sossego. Eu estava agindo errado, buscando isso tão preocupadamente em conseguir que tudo só se afastava mais. Fiz coisas, coisas que me arrependo mas as quais preciso esquecer pois o arrependimento é só o passado tentando te destruir no presente.
E quando percebi que pra ter sossego eu não preciso de tudo isso, pelo menos não imediatamente, percebi que algumas pessoas nos fazem mal, nos põe pra baixo e nos fazem sentir menores. Alguns relacionamentos são péssimos e precisamos perceber isso, tem gente que te afunda, seja em 5 anos ou 5 meses não importa, e já outras, de forma tão indireta te mostram o caminho, te fazem feliz com um gesto mesmo que lá de longe, da califórnia. Gente que quando canta me arranca sorrisos e me deixa tranquila por dentro, por isso, escolhi essa foto, foto de coisas que me deixam bem, de pessoas que me fazem ver que eu já tenho o sossego que eu quero, que me fazem pensar que cantar é a melhor coisa do mundo. Agora quando alguém me perguntar como estou, a resposta será:

- Tô bem, tô sossegada!

 


terça-feira, 23 de abril de 2013

Essa sou eu!

Eu não gosto de sorvete de morango, de gente burra, de gato, aliás, DETESTO GATO. Não gosto de pagode, de funk e de plágios musicais coisa que brasileiro faz muito bem. Não gosto de Luciana Gimenez, de Celso Portioli e Gugu Liberato, também não gosto de Eliana, de Ana Hickman ( seja escrito assim ou não), não gosto de novela da Globo da Record então nem se fala, eu não gosto de TV ABERTA.
Não gosto de jaca, é o mesmo que engolir uma prasta de catarro!
Não gosto dos mendigos, dos cracolentos e não tenho pena, não gosto de ONG'S também. Não gosto de pirataria, não gosto da legislação penal brasileira, não gosto de operadores de caixa de super mercado que vendem bebida alcoólica sem pedir o RG do adolescente que compra. Não gosto de gente que acha que pra tudo tem " um jeitinho ", que burlam leis. NÃO GOSTO DE MEIO TERMO.
Não gosto de adolescentes, não gosto de cabelos alisados, não gosto de gente que se muda pra São Paulo por que não tinha nem o que comer na sua terra natal e fica reclamando da cidade dizendo que " SUA TERRA É QUE É BOA! "
 VOLTA PRA LÁ C......!
Não gosto de certos sotaques, não gosto de certos lugares, não gosto de desculpas.
Eu poderia dizer muitas coisas e escrachar minha opinião sobre o mundo, mas aprendi com a Joelma do Calipso e com o Ministro Feliciano que tem coisas que agente não sai contando por ai...
... Por falar neles, não gosto deles também!

segunda-feira, 25 de março de 2013

Sou muito mais minha Bull Terrier

Sim, é bem feito pra mim! Quando te avisam e você ignora, ou quando te alertam e você insiste em estar certa, bom é isso. Errei outra vez!
Existem coisas que não podem ser consertadas, como cristal quando se quebra, nem com superbonder. Existem coisas de devem ser esquecidas, colocadas dentro de um baú e atiradas em alto mar com muito chumbo em cima. Existem coisas que não podem ser ignoradas e sim aceitas e abandonadas quando te fazem mal como a burrice. Eu tenho um grande problema com empatia, já que existem coisas nessa vida que não faria de maneira alguma, minha moral não permite. Por outro lado, faço umas besteiras sem tamanho, mas que afetam somente a mim, não tenho direito de ferir ninguém e acredito piamente em Karma.
Eu penso que tudo que passo hoje, é culpa de um passado mal resolvido, preciso enterrar algumas coisas, preciso desapegar, preciso não me importar. Seja como for, preciso renascer!
Alguns desejos devem ser guardados por enquanto, eu sinto as vezes que não vai dar tempo, mas tudo bem, descobri que tem coisas muito mais valiosas e pessoas muito mais queridas e importantes pra mim. A felicidade é tão tênue, não dá pra quantificar.
Sei que preciso voltar, por que a Kira tá me esperando!

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Volta o cão arrependido...

Já perdi a conta de quantas vezes me arrependi, acho que nessa vida, vim pra isso, vim para me arrepender. É triste não ter dedos para contar os arrependimento e precisar de apenas um para ter algo de que se orgulhar. Não sei o que fazer, rs.
A pessoa que eu mais admiro na vida, é meu irmão Daniel, é incrível como ele sempre acerta, pelo menos ao meu respeito, ele nunca erra, nunca errou.É difícil ter que aceitar certas coisas a seu próprio respeito como: Não ser boa o suficiente para certo cargo, ter o dedo podre para homens, ou, deixar o que realmente vale a pena ir embora por um amor adolescente que não vai dar em nada nunca, aceitar que sou como o Daniel diz, uma adolescente incorrigível, aceitar que não sou o que penso ou aparento ser.
Fico me perguntando, quando eu vou acertar? Quando vou fazer algo bom de verdade?
A vida não tem sido muito legal comigo, ou eu que não tô sabendo viver mesmo, ou os dois, rs. E nessas horas o destino é algo bem confortável, pensar que isso é inevitável e que independente de decisão vai ser essa merda mesmo, me deixa menos desesperada. Talvez eu esteja tentando as coisas erradas, tenho uma incrível vontade de passar uma semana na fazenda Nova Gokula e uma incrível falta de coragem também, tenho uma incrível vontade de fazer minha tatuagem e um incrível medo da dor também, tenho um incrível desejo de comprar uma espada samurai e cortar umas cabeças fora e um incrível medo da cadeia também! No fim, quero fazer tudo e não faço nada, e o que decido fazer dá em merda. Já perdi a conta de quantas vezes me arrependi, mas sei onde comecei a errar, foda é parar.