sábado, 29 de dezembro de 2012

2012 e a puta que pariu....

Outro dia eu disse que 2012 foi pra mim, " O ano das decisões difíceis! ", mas agora depois de passar o fervo desgraçado do varejo do mês de dezembro, consigo raciocinar e percebi que na verdade 2012 foi " O ano de aprendizado "!
Foi realmente um ano terrível, e pode continuar sendo até o último dia. Seja lá o motivo, ser um ano ruim, maldição do bissexto, ano do dragão ou sei lá que bicho foi, ou até mesmo má previsão maia, a questão é que em 2012 passei o diabo! Segue lista:

Desilusão amorosa no inicio do ano, alavancou sessões de terapia.
Mentiras no trabalho.
Promessas fajutas no trabalho.
Mais terapia.
Queda de cabelo e perda de sono, devido a desilusão amorosa.
Curso mal sucedido, odiei aquela porra.
Falta de reconhecimento.
Acidente do meu pai.
Acordar pra realidade por livre e espontânea pressão.
Um quase câncer, segundo uma médica com cara de E.T!
Um encontro inesperado.

Nisso, resolvi mudar de apê, mudei de loja e ainda assim, não está como deveria. Porém, aprendi muito com tudo isso, aprendi que não se dá valor a certas pessoas, aprendi que as pessoas não me dão o carinho e valor na mesma quantidade que eu lhes dou, por isso ano que vêm usarei uma balança de precisão para avaliar minhas amizades, ou as que eu acredito ter. Aprendi que trabalho é o local onde se ganha dinheiro para pagar as contas e ter um pouco de lazer, que lá é um campo de batalha onde as vezes um ou dois soldados podem ser seus companheiros, não mais que isso. Aprendi que NÃO SE DEDICA!!!!!
Agora, eu amo mais minha família, amo mais minha cadela e amo os amigos que sei que posso contar e que foram a conquista desse ano: Clayton e Ana Paula.
Promessas pro ano que vem? Bom, voltar a malhar, estudar, ser menos dedicada as pessoas, fazer menos e esperar menos ainda, cuidar da minha saúde....

E lá vamos nós pra mais um ano e menos um de vida!

Ps: O quase câncer foi um engano.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Colegas de Trabalho

Uma vez escutei essa histórinha:

" Um passarinho pegou o rumo errado na migração e acabou vôando no meio de uma nevasca, suas asas começaram a congelar e o bichinho caiu no meio de uma fazenda. Lá no chão, já quase nas ultimas passa um cavalo e caga em cima do passarinho, que pensa: - Puta que pariu, além de morrer jovem e congelado ainda vem um filho da puta e caga em mim! Nisso a merda quentinha em cima do passarinho, começou a aquece-lo e seu sangue voltou a circular! Percebendo que não iría mais morrer ele começou a pular: - Tô vivo, tô vivo! Nisso, um gato que estava passando, viu aquele monte de bosta pulando, correu, cutucou a merda, achou o passarinho e o comeu! "

Essa história, ou fábula ( tem bicho falando né ), ou piada tem pelo menos 3 morais:

1° Nem sempre quem te tira da MERDA é seu amigo.
2° Nem sempre quem te põe na MERDA é seu inimigo.
3° E se você está confortável e quentinho, mesmo que seja na MERDA, BICO CALADO!

Nesse finalzinho de ano algumas pessoas tentaram me colocar na merda e
o que tenho a dizer é OBRIGADA! Aqueles que acharam que iríam me tirar da merda eu digo, QUERIDA VÁ OPERAR AS ORELHAS! E agora indepêndente de qual seja a minha situação atual, háhá, tô quietinha. Sei que a minha volta existem pessoas que me amam e querem meu bem, mas a maioria das pessoas a minha volta sentem tanta inveja que as vezes fico com dor nos ombros, acredito que se cada um se preocupasse em polir seu próprio brilho ao ínvez de tentar ofuscar os dos outros o tempo passaría de maneira mais agradável. Que venha 2013!