sábado, 16 de abril de 2011

22:12hs, horário de Brasília


Ontem ao telefone, no banheiro do Villa onde eu faria mais um show, escutei a frase que talvez, seja a mais importante da minha vida. Depois de ficar sem carro, sem habilitação, sem pedaleira e sem " ampli " e ainda descobrir que não receberia no dia, desejei conversar e dividir essa louca experiência.

Mais que qualquer coisa, eu quis, quis ouvir a voz, quis estar junto, quis amor, quis carinho, quis falar sacanagem e queria ouvir. Daí você diz: POXA MIMI, MAS VOCÊ NÃO É PESSIMISTA? PORQUE ESPERA ALGO BOM?

E eu digo que no fundo, bem no fundo eu sou a caixa de Pandora, o pessimismo saiu a esperança não. (preciso arranca-la de dentro)

Daí, ainda rindo da louca situação, querendo ser legal, querendo agradar, querendo ouvir algo em troca que me faça pensar " isso continue, que vai dar certo " eu ouço a seguinte frase, a frase que fez cair minha ficha, a frase que me fez questionar por que eu tô lutando tanto, seja por você, seja por banda, por emprego nessa cidade de merda, por irmão, por amigos e por mim mesma, a frase que me acordou depois de não dormir a noite, a frase que me fez fazer um show por fazer, a frase que eu já deveria ter ouvido a muito tempo " VOCÊ MERECE NADA ".

Então, vou parar de querer, já que não vou ganhar.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Quando


Quando vou ter sossego?

Quando vou ficar tranquila?

Quando voltará tudo ao normal?

Quando não serei mais sentimental?

Quando vou aprender a ignorar?

Quando vou poder te amar?

Quando vou ser amada?

Quando não precisarei me preocupar?

Quando o dia vai ser inteiro?

Quando vou ter outro Janeiro?

Quando vou ser só eu?

Quando vou ser dois?

Quando vou ser três?

Quando vou poder?

Quando vou querer?

Quando vou dormir outra vez?

Quando serei mais que seis?

Quando vou poder olhar pro céu e dizer, obrigada Deus, independente de tudo, valeu a pena!


sexta-feira, 8 de abril de 2011

Medo


Minha mãe sempre me disse que o medo é algo bom, pois ele nos protege. O raciocínio dela é que se temos medo de algo não iremos fazê-lo. Bom eu tenho medo de tudo, quer dizer que não devo fazer nada?

Se por medo eu deixar de fazer as coisas vou me enfiar numa bola de plástico e chorar. Estou com medo.

Hoje vi algumas fotos que tirei em 2007, fotos que ah um ano atrás teria medo de ver, e cara, eu nunca ri tanto. Por vários motivos, por ver pessoas do passado, pessoas que engordaram, pessoas que emagreceram, pessoas que já se foram, pessoas que cresceram e a pessoa que reapareceu. Ri por ver a situação passada e minha situação atual, por imaginar o contrário, por imaginar o que poderia ter acontecido.

É incrível como tudo muda, como as pessoas mudam e como algo que sempre quis secretamente agora depois desse tempo todo, aconteceu! Vi meus erros e tive medo, vi meus sonhos e tive medo, vi você e tive medo. Fico pensando nos meus novos medos, medo de me virar sozinha, mas quero, medo de chutar o balde, nossa como quero, mas se eu ligar pra esses medos não vou viver. Não quero mais 3 anos longe. Agora que voltou, não vá embora! Odeio viver na expectativa, gosto de rotina, e to com medo de não ter mais.

Quero isso, quero continuar com isso.

Parece sem sentido pra quem lê? Foda- se escrevo pra mim!