quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Último texto do ano


Se eu pegasse o ano de 2010 e batesse no liquidificador depois passasse na peneira, de coisas boas não daria meio copo, e a peneira ficaria pesada de bagaço. Contamos o tempo para contar a nós mesmos, contar os erros e acertos e sempre ter a maldita esperança pousada nos ombros. Eu prefiro ser pessimista, ter esperança nos torna bobos e sempre sofremos desilusão. Hoje no finzinho do ano, no último texto de 2010, venho declarar que se prometo algo para 2011 é ser mais pessimista ainda. Sonhei tanto ah alguns anos atrás, esperei tanto e pra que, pra 2010 ser um dos piores anos que já tive.

Em 2010, eu me separei, larguei todas as coisas pro FDP, deixei meus amigos e vim morar numa cidade onde as pessoas são mesquinhas, não consegui um emprego tão bom quanto o que tinha, perdi peso, cabelo, tive depressão.... E quando acordei pro pessimismo e percebi que as coisas podem piorar e irão, me senti melhor, pois o que viesse não mais me abalaria, e foi nessa hora que algo de bom aconteceu, meu novo emprego.

Fisicamente? Estou ótima, com saúde, fazendo academia. Mas continuo encarando as coisas com pessimismo, sei que de uma hora pra outra posso me decepcionar outra vez e prefiro estar acostumada com isso, a perder meus belos fios de novo.

E assim, que venha 2011, estarei tranquila, fazendo meu trabalho e sempre com um pé atrás por que nessa vida, já vi que a família CRUZ vai sempre tomar no ........

sábado, 4 de dezembro de 2010

Onde estão os PIORES PROFISSIONAIS


Por definição, profissional é "a pessoa que exerce, como meio de vida, uma ocupação especializada! Hoje, no mercado, temos as profissões que não "NECESSITAM" de uma formação académica, geralmente no comercio, os vendedores, atendentes, balconistas e etc.

Sempre trabalhei com o público, hoje embora de maneira diferente, mas já fui balconista, caixa e vendedora. Em São Paulo, onde o mercado é bem competitivo, cabe a você se mostrar um BOM PROFISSIONAL e exercer sua função de maneira competente e diferenciada se quiser manter um emprego.

Ah cerca de 10 meses que moro na cidade de São José dos Campos, e a classífico como a cidade dos PIORES PROFISSIONAIS. Nunca fui tão mal atendida em lojas de roupas, supermercados, farmacias, táxis, guichês de rodoviária, sem falar no MCDONALDS.

Eu sou apaixonada por McDonalds, e conheço vários em locais e cidades diferentes, e os de São José dos Campos, deixam a desejar até minha vontade de uma batatinha. Outro dia no Shopping Center Vale, fui lá eu comer um lanche, fiquei na fila do caixa, fiz meu pedido, até que uma das caixas gritou que seu caixa tinha travado, todas as outras garotas se dirigiram até o caixa dela para olhar e eu lá, esperando o lanche.....................

....... E esperei, até dizer: Flor, meu lanche tá pronto? E a garota resmungar e fazer a bandeja, sem contar que aqui, temos de implorar por katchup.

Esse é apenas um exemplo, aqui você vai ao super mercado, e as caixas passam suas compras como se a fila fosse só eu, não existe agilidade.

Fico abismada com isso, e digo que esse povo não sobreviveria uma semana em São Paulo. Porém, isso acontece por que aqui em São José, as pessoas não estão "NEM AÍ", se você se mostra um profissional bem qualificado, que se preocupa com o andamento do seu trabalho, os "CHEFES" ficam com inveja do seu desempenho, ou então, os DONOS DE LOJAS, ou DONAS de franquias que em São Paulo são um sucesso, tem a loja simplesmente para dizer: EU SOU DONA DE UMA LOJA FAMOSA. Se você se mostra um profissional que quer fazer acontecer, ela grita, te humilha por telefone, e até comete racismo ao chamar um vendedor e um gerente de "VIADOS".

A cidade de São José dos Campos é linda, mas as pessoas aqui, ainda tem muito o que aprender com os PAULISTAS!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

START OVER AGAIN


A vida pode te derrubar,

e em seguida te levantar.

Bem tire ela de mim e você verá

você verá...

Que o tempo nos dirá quando começar de novo

quando começar tudo de novo.

Que o tempo nos dirá quando começar de novo

quando começar tudo de novo.

A vida pode te por pra cima,

e em seguida roubar sua sorte.

Bem tire ela de mim e você verá

você verá...

Que o tempo nos dirá quando começar de novo

quando começar tudo de novo.

Que o tempo nos dirá quando começar de novo

quando começar tudo de novo.

Depois de tudo que você fez

você pensou que haveria alguém

que lhe daria tudo que você quisesse depois de todo esse tempo.

Acho que lhe darão um caminho, para você achar que vai ficar tudo bem

Que vai ficar tudo bem.

Que o tempo nos dirá quando começar de novo

quando começar tudo de novo.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

A palavra é ... DISPOSIÇÃO


Numa conversa com um amigo, regada a cerveja

pelo MSN, surgiu o assunto CASAMENTO.

E agora, com a chuva caindo torrencialmente lá fora, a casa limpa e a minha cadela dormindo no canto da sala, veio a inspiração.

As vezes as pessoas querem assumir um compromisso,

um namoro quem sabe, mas se não existir disposição FORGET!

Todos somos egoístas, mas quando se trata da questão a dois,

por experiência própria, temos de deixar o egoísmo na gaveta de meias,

muitas vezes não assumimos um compromisso com alguém que pode ser

super especial, por medo de perder.

Perder privacidade, perder a cerveja com os amigos, perder o shopping com as amigas,

perder as noites em São Paulo.

Ter que dar satisfação então, parece doer mais que um soco no estômago.

Mas como eu disse, se não houver disposição, FORGET!

Hoje, eu sei como se conduz um relacionamento, a disposição que tanto digo, se refere a nada mais nada menos, que VISAR O INTERESSE DO OUTRO.

Estar disposta a não ligar para manias, gostos, a ignorar a cerveja com os amigos.

Estar disposto a agradar o outro, a fazer e permitir os desejos do outro. Claro, só funciona se ambas as partes estiverem dispostas, por que só VENHA Á NÓS, E VOSSO REINO NADA, ninguém merece.

Temos de estar dispostos a dar uma chance e se dar uma chance, pra ver o que acontece.

O importante é me preocupar se seus pés estão cobertos, e se você se preocupar com os meus,

os dois dormiram tranquilos.

domingo, 21 de novembro de 2010

A questão é... DISPOSIÇÃO


Estar disposto ou disponível, pra mim

é algo complicado, desde AGORA!

Vejo a atitude das pessoas e minha volta e começo a me questionar o quanto estou disposta a suportar certas coisas e estar disponível a estes.

Sempre busquei ser correta nas coisas que faço, seja por trabalho, por lazer, enfim, em tudo.

Meus pais me educaram a ser responsável em meus atos, e não me envolver com coisas duvidosas. Descobri que ter a cabeça no lugar é admirável e complicado, ser diferente da maioria dá trabalho, em vários aspectos, desde se mostrar ágil e compromissada até ouvir "pow sua responsabilidade com o seu trabalho e sua saúde acabaram com minha noite, FULANO era mais legal porque ficava ligado no 220w"

Eu sou a pessoa que não precisa de 220w pra funcionar, que vejo a alegria e a satisfação no reconhecimento do meu trabalho, e não no fundo de uma garrafa de VODKA (não que eu não beba,alias, adoro destilados. Mas não preciso lamber o fundo da garrafa)

Algumas pessoas se acham o máximo, e não percebem o que podem causar com as palavras.

Eu não preciso me vangloriar, eu não preciso criticar o trabalho alheio e muito menos ferir pessoas com palavras irrefletidas pra dizer que eu sou um máximo, que eu sou descolada mesmo que minha idade já não mais permita isso.

O meu brilho é natural, não me esforço pra aparecer. Sei fazer o meu trabalho e faço muito bem e ninguém faz como eu, por que meus olhos são meus olhos e ninguém tem o mesmo brilho.

E sei muito bem o meu lugar, e se incomodo? Bom é só dizer, a fila sempre vai andar.

Descobri que estar a disposição deixa as pessoas folgadas, e que por mais honroso que seja ser uma pessoas que cumpre horários, gente ignorante não dá valor a isso.

Bom, o fato de ter que lidar com esse tipo de coisa não irá me transformar numa irresponsável, prezo meus princípios, mas está me moldando a dar mais valor ao meu talento e perceber que algumas pessoas, não merecem toda a minha disposição.

Mas, estou disposta a suportar comentários toscos que podem me chatear, por que no final do show, depois de pular de salto 15cm, passar 3 dias de azitromicina,aturar um gordo idiota na plateia criticando o jeito que seguro o microfone, um abraço de alguém que você nunca viu na vida te dizer NOSSA PARABÉNS, VALEU A PENA VER SEU SHOW, superá qualquer comentário idiota de quem não valoriza minha DISPOSIÇÃO!

terça-feira, 16 de novembro de 2010

A verdade é que...


... Meus dias sem você são tão escuros,

tão compridos, tão cinzas meus dias sem você.

Meus dias sem você são absurdos,

tão amargos, tão duros meus dias sem você.

Meus dias sem você não tem noites,

se alguma aparece é inútil dormir.

Meus dias sem você são um desperdício,

as horas não tem princípio nem fim.

Tão faltos de ar

Tão cheios de nada

Sucata imprestável

Lixo no chão

Moscas na casa.

Meus dias sem você são como o céu,

sem luas prateadas nem rastros de sol.

Meus dias sem você são só um eco,

que sempre repete a mesma canção.

Tão faltos de ar

Tão cheios de nada

Sucata imprestável

Lixo no chão

Moscas na casa.


quinta-feira, 11 de novembro de 2010

1, 2, 3 e JÁ



2005 = bobagens=2007

stress = queda de cabelo = tristeza

infância= vô Chico = Saudade

cachorro = cocker = Tong

cadela= adelaide = decepção

escola = adolecente = ARKFTS

16 = 1° COLEGIAL = beijo

filosofia = MAURÍCIO = nunca mais ser a mesma

cantar = paixão = sonho

sofá = Internet = solidão

mãe = morato = ódio

setlist = trabalho = preguiça

sorvete = gelado = cólica

noite = descanso = insónia

sono = medo = remédio

céu = cinza = mal humor

raiva = decisão = revolução

academia = diversão= gargalhadas

endôrfina= sorriso = baton

perfume = salto = sair


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Caber num abraço


O que agente faz para caber num abraço...

... Se preocupa em manter a pose, em falar o suficiente.

Em arrumar o cabelo pedir opinião sobre o que vestir,

se preocupa em saber dos gostos, cores, perfumes e sabores.

Se preocupa se claro ou escuro, se doce ou cítrico, se gato ou cachorro.

Para caber num abraço, agente espera, observa. Olha disfarçado e finge não perceber

olhares também.

Por fim, o bom é descobrir que o cheiro agradou, que a conversa fluiu sem maiores

policiamentos, que na hora você não mais se preocupa e o natural se torna visivelmente perfeito,

e que o abraço coube direitinho!


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Alguma coisa


É tão difícil me concentrar ás vezes,

tantos pensamentos loucos me permeiam e tiram me o foco.

Fica difícil respirar, fazer as coisas ou dormir, fica difícil até ficar em silêncio

e me pego dando um grito sem motivo.

É tão difícil segurar o choro ás vezes,

tantas lembranças reais e situações que crio em minha cabeça me levam logo

a um arder de olhos e nariz vermelho.

Fica difícil ficar em pé, fazer as coisas ou dormir, fica difícil até enganar o

coração, e ouço ele dizer: Como você é tonta!

É tão difícil esquecer ás vezes,

com emails, orkuts, facebooks e twitters nos cruzando.

Fica difícil ignorar, fazer as coisas ou dormir, fica difícil não pegar o telefone

e ligar sem responder.

É tão difícil ser eu,

tanta emoção, comoção e paixão dentro de 1,57 de altura.

Fica difícil acreditar em Deus, fazer as coisas ou dormir, fica difícil até perceber

as coisas boas que eu tenho, por só lembrar as que perdi.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

201105


Eu tô com saudade, da nossa amizade,

do tempo em que agente amava se ver.

Eu não sou palavra, eu não sou poema,

sou humana pequena a se arrepender.

Ás vezes sou dia, ás vezes sou nada,

hoje em lágrima caída choro pela madrugada.

Ás vezes ou fada, ás vezes faísca,

tô ligada na tomada numa noite mal dormida.

Se o teu amor for frágil e não resistir,

e essa mágoa então ficar eternamente aqui,

tô devolta a imensidão de um mar que é feito de silêncio.

Se os teus olhos não refletem mais o nosso amor,

e a saudade me seguir pra sempre aonde eu for,

Fica claro que tentei lutar por esse sentimento.

Diga sim, ouça o som, prove o sabor que tem o meu amor.

Cola em mim a tua cor, eu te quero sim senhor.

sábado, 23 de outubro de 2010

E me convencer...

... de que a grama não é mais verde do outro lado,
de que um dia vou acordar velha,
de que o proibido só parece ser melhor
de que eu não sou tanto quanto acho
de que as pessoas não gostam de mim
de que a vida nunca será como imagino
de que Deus, pode ter toda a razão
de que todo homem muito lindo é gay
de que os sonhos são só sonhos
de que o ideal não existe
de que é verdade, ou você já viu uma ideia andando?
de que o Maurício não teve culpa de nada
de que vou ficar sozinha muitas vezes
de que amizades são momentos
de que só tenho o meu talento
de que andei do jeito errado
de que não sei disfarçar o choro
de que estouro muito fácil
de que talvez, nunca ame outra vez
de que um dia vou me arrepender
de que talvez nunca vá esquecer
de que aplausos se calam
de que a vida tá passando
e isso eu to vendo.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

"Fé demais Cheira mal"


Meio brava com a cidade, me pego pensando nas atitudes de Deus.

Desde criança aprendi muito sobre Deus, a bíblia e seus propósitos com a humanidade, sempre acreditei em tudo que aprendia e ensinava isso as pessoas, sei o que Deus é amoroso e fez Adão e Eva, os colocou no paraíso e disse "SÊ DE FECUNDOS E TORNAI VOS MUITOS", essa frase tá na Bíblia e tem gente que ainda acha que o pecado deles foi ter feito sexo, Deus só foi educado, ele é Deus nunca diria "VÃO TREPÁ". Bom, dai um anjo invejoso desceu a terra se escondeu trás da moita e usou uma cobra de fantoche, dizendo a Eva, que ela poderia sim comer da árvore do conhecimento, que Deus lhes tinha proibido, que ela não iria morrer mas que se tornaria como Deus, sabendo o que é bom e o que é mal. A maldita comeu, e depois levou pro esposo que também comeu, nisso eles passaram a saber o que era bom e o que era mal, a primeira coisa que fizeram foi esconder as partes íntimas, o que acho estranho, por que eles deduziram que estar nu era errado? Pensamento besta, talvez por que no paraíso não existia depilação cavada.

Daí surge um monte de coisa que não tô afim de contar agora.

O fato é que vejo a fé das pessoas e percebo o quanto a minha mudou, quando agente passa por certas coisas duvida de tudo, até de Deus. Algumas pessoas dizem que pra Deus nada é impossível, bom então por que ele não me ouviu quando precisei? Ah quem responda, talvez o seu pedido não era a vontade dele, talvez o que você pediu não seria bom pra você.

Certo, e eu tô bem por acaso? Tô melhor do que se Ele tivesse me dado o que eu pedi?

Um dos meus filmes preferidos, SUPER STAR DESPENCA UMA ESTRELA, tem uma frase dita pela personagem MARY KATHERINE GALLAGHER, que faço minha : DEUS OPERA DE FORMAS MISTERIOSAS, NO MEU CASO, MUITO MISTERIOSAS.

Hoje pra não culpa-lo ou sentir raiva Dele o que seria pecado, prefiro achar que estou sozinha

que Ele tem coisas ou pessoas mais importantes pra fazer e olhar, prefiro achar que Ele não se mete na minha e que não adianta pedir nada, Ele não vai me ouvir.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Time after time


Sou exatamente movida a frases, fotos, músicas.

Sei que os anos passam e que cada dia as coisas mudam, mas ter essa visão é assustador.

Entender os acontecimentos me deixa em pânico. Desde um palhaço que não sabe ler na política,

onde as pessoas dizem que este foi eleito num ato de protesto, pro inferno, querem protestar

não votem, vão as ruas e deixem as urnas vazias, até a foto de um belíssimo ator num beijo gay.

A vida tá estranha, tá tudo ao contrário.

Queria voltar no tempo.

Num tempo onde eu não sabia de tudo, quando a graça do dia todo, era meu avozinho chegar do trabalho de confeiteiro com algum doce. Num tempo que era bom chegar da escola e dormir atarde, num tempo que a glória era ficar acordada até as 22:00.

Queria voltar e não saber o que é politica, de não sentir falta de um namorado, de não ter decepções com pessoas, de ficar brava com uma surra ou um castigo, de morrer de ansiedade pra ir a um passeio que envolvesse escadas rolantes, de achar que nunca teria de fazer um funeral. Mas não dá, e tô cheia de ver coisas que não gostaria, de saber coisas horripilantes e ter de conviver com ideias que não aceito. O mundo está um nojo.

Acho que quero minha mãe.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

O salário pago pelo pecado é a VELHICE!


Hoje eu assisti OS GOONIES,

um dos meus filmes preferidos, e quando dei por mim

estava enfiada na nostalgia. Percebi o quanto era bom ser criança

e adolescente, ver aqueles meninos sonharem, se aventurarem numa brincadeira

e os jovens adolescentes descobrirem a magia de gostar de alguém.

Sem contar que o filme tem uma das melhores músicas que já ouvi,

THE GOONIES 'R' GOOD ENOUGH, da Cindy Lauper.

A velhice é algo inevitável, e embora pareça drama, pois tenho 23 ainda,

dane-se eu sou precoce, minha infância passou e foi otima, minha adolecencia passou

e foi boa tirando as pessoas que souberam estragar parte dela, agora é só envelhecer

ver o corpo mudar, o rosto enrugar e as forças diminuírem.

A velhice me assusta, espero aprender a lidar com ela quando esta realmente chegar.

Enquanto isso, assisto filmes e ouço músicas que me fazem feliz por 2 horas.





terça-feira, 28 de setembro de 2010

Minha memória de elefante


Algumas pessoas dizem frases e nem sabem o real significado,

por exemplo a frase MEMÓRIA DE ELEFANTE, já ouvi respostas

como, há é uma memória grande.

O elefante lembra de tudo que vê e aprende durante a vida, um filhote ao

ver a morte da mãe por caçadores nunca se esquece do fato, lembra de locais,

sons e tals, mas não tô aqui pra explicar ciência.

Hoje depois de lutar para acordar liguei a televisão, e por acaso coloquei na MTV,

e a mesma está comemorando 20 anos e reprisando programas antigos.

O fato é que estão passando programas por ano e acordei em 1992, eu tinha 5 anos na época

e quando começou a passar um clip da Daniela Mercury, a cor da cidade,

percebi que cantei a letra toda sem errar, foi seguido de I WILL ALWAYS LOVE YOU, da

Witney, SERENÍSSIMA do Legião e continuei cantando sem errar.

Tive vontade de não ter essa memória, como pude guardar essas músicas até hoje,

como pude aprender a letra em inglês com 5 anos?

Daí lembrei do pobre elefantinho, que viu sua mãe morrer e nunca se esqueceu,

você me pede pra esquecer o passado e viver um novo futuro,

esquecer o mal que me fez.

Se sou capaz de lembrar uma letra ridícula de música como A COR DA CIDADE,

que ouvi ah 18 anos atrás, como posso esquecer uma decepção dessas a menos de um ano?

Eu não sou o elefantinho, até por que peso 46kls, mas nunca vou esquecer o dia que

eu morri.


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

CAPA DE CD


Seja você mesmo,

fale sem pensar,

atropele tudo,

cante desafinado,

diga que fiquei feia,

mostre sua fotografia,

suas alegrias,

suas conquistas,

que tudo está melhor agora,

que a vida te faz bem.

E o que espera em troca?

Eu sou discreta, aprendi que não devo contar vantagem

não tenho motivo de glória, e se tenho não mostro,

a vida, a minha vida agora, é feita de silêncio,

se algo tiver de ser visto, será naturalmente,

na hora certa, sem contar vantagem.

Não tenho de me mostrar, o tempo fará isso.

Minha beleza não foi tirada pelo sofrimento

só ficou guardada por um tempo.




Mente vazia é oficina da saudade


Eu amava, um monte de coisas como,


ficar sozinha e arrumar a casa com música alta,


fazer doce e ver você comer,


amava dormir a tarde, deitada no piso frio e limpo


amava shopping,


ir ao supermercado comprar comida congelada,


pomada de cabelo,


perfume barato,


amava usar suas roupas,


chorar atoa,


perder o fim de semana assistindo Dr House,


discutir as pessoas,


ficar enrolando na cama até dar 1 da tarde,


dias de chuva,


noites quentes,


cachorros,


saber mais de algum assunto,


amava pensar que no ano que vem ia ser diferente.


AMAVA, passado.


terça-feira, 20 de julho de 2010

Não sou atriz


Tento esconder o sal, tento disfarçar o cinza, tapar a chuva e fingir o sol.Digo que é dor de estômago, cólica menstrual, falo que é dor de cabeça pra omitir o real.


Mas não sei olhar nos olhos, e abaixo a cabeça, desvio o olhar, e por mais que pareça, sempre me traío segurando o choro, pois meu nariz fica vermelho. Então me olho no espelho, e posso ver minhas veias e artérias, vejo as células e os ossos, o pulmão que respira mais lento, o coração com um enorme corte, vejo os lipídios, glicídios e protídios e ainda um cérebro, com poucos neurônios restântes e muita confusão, entre lembranças, desejos, preocupações e milhões de cenas que vive e que crio.... E todos que olham no espelho também podem ver e assim descobrem meus segredos. Por mais que tente disfarçar, não funciona, o mundo vê minha alma.

domingo, 18 de julho de 2010

Brilho


E um vento me soprou, uma brisa leve com cheiro doce que se confundiu com meu perfume.Algo novo, diferente com a qualidade de um bom vinho, a beleza de um anjo e mistério, que me instiga desejo de decifrar, de descobrir...

Me causa alegria, leveza, me deixa numa situação agradável e ao mesmo tempo com medo, com medo de mim. Com medo de mostrar muito, ou esconder muito, mas com uma enorme vontade de viver, de sentir.Me disse que tenho algo bom, e que possuo um brilho especial.

Meu brilho estava guardado, escondido mas que esse vento com cheiro delicioso achou e trouxe de volta ao meu dia a dia turbulento.

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Antes fosse


Antes fosse tímida e nunca quisto aparecer entre a multidão, assim tería quem sabe me escondido dos olhares, dos sorrizos e dos aplausos. E se pudesse voltar no tempo, voltaria no útero de minha mãe, pra quem sabe Deus mudar minha genética e eu não ser tão sensível, chorona e apaixonada, assim, evitaría sentir todos esses sentimentos que tenho de saudade, de tristeza, de solidão, de ódio e de dor. Talvez deveria não ver televisão, não ser informada e nem saber de música e atores, assim, eu não odiaría o rock nacional do Charlie Brown Jr e a cara do Ashton Kutcher. Tinha de ser diferente para não doer, mas não é e doi muito.

Antes fosse eu a dona da razão.




sexta-feira, 28 de maio de 2010

TRY


Tudo que eu sei
É que nada é o que parece ser
Mas quanto mais eu cresço, menos eu sei
E eu tenho vivido tantas vidas
Porém nao sou velha
E quanto mais eu vejo, menos eu cresço
Quanto menos sementes eu tenho, mais eu planto

Então eu vejo você parado aí
Querendo mais de mim
E tudo o que eu posso fazer é me esforçar
Eu Tento

Eu queria nao ter visto toda a realidade
E todas as reais pessoas
Realmente não são nada reais
Quanto mais eu olho, mais eu o amo
Quanto mais eu choro, mais eu choro
Dando adeus ao estilo de vida
Que eu pensei ter desenhado para mim

Então eu vejo você parado aí
Querendo mais de mim
E tudo o que eu posso fazer é me esforçar
Entao eu vejo voce aí
Eu sou tudo o que eu sempre serei
Mas tudo o que eu posso fazer é me esforçar
Eu tento, tento, tento

Todos os momentos que já passaram
Eu tento voltar atrás e fazê-los durar
Todas as coisas que nós queremos pensar
Nós nunca seremos
Nos nunca seremos como maravilhosos
Isto é a vida
Isto é você, isso sou eu.

E nós somos, nós somos, nós somos, nós somos,
nós somos, nós somos. Livres no nosso amor.

domingo, 16 de maio de 2010

Sem Título


Não quero contar os dias e nem ver a hora passar

não quero sentir medo ou a tristeza cravada em meu peito.

Não quero ter lembranças nem saudade,

não quero ter passado nem história pra contar.

Quero dormir, sumir, apagar, quero um coma ou uma aminésia.

Não tenho solução, não tenho explicação, não tenho perdão e nem companhia.

Sendo algo tão difícil, o que fazer se não fechar os olhos e rezar, mesmo que não haja resposta aos meus pedidos.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

FOTOSHOP


Ah alguns dias tenho me perguntado, qual o meu problema?

Não durmo, não sorrio, não sinto , não vejo

Estou a procurar algo que não encontro,

A minha volta só encontro mentiras e bizarrices,

pessoas que dizem ser o que não são

pessoas que se julgam boas, sabidas e que acham as outras MEDÍOCRES!

Mas e essa pessoa, o que é?

Alguem para julgar os outro deve ser perfeito, e a primeira vista, é mentira.

Esconde o rosto, quer ganhar algum na falsidade, não aceita a velhice, não aceita a própria cara.

Eu posso ser qualquer coisa, mas não vou mentir e nem esconder meu rosto, mesmo que esteja molhado pelo sal.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Jogando a Toalha


Depois de virar o lado do sofá,

de mudar a cor do cabelo,

o meu modo de falar.

Depois de escutar outras musícas,

ignorar o dia nublado,

não usar mais meu apelido.

Depois de tentar outra postura,

de sites de relacionamento,

de tentar te encontra 4 vezes.

Depois de usar outro vestido,

de encurtar meus caminhos,

e a pertar mais meu jeans.

Depois de abusar do salto,

da minha paciência,

e de sua "boa vontade".

Depois de chorar pela frustração,

de partir meu coração,

e de achar que é só esquecer.

Depois de dizer que vou,

de mudar quem sou,

e voltar no tempo...

... Eu desisto!


segunda-feira, 3 de maio de 2010

VHS


Queria que minha vida fosse uma fita VHS.Lembro-me dos velhos videos K7, que usava para ver filmes, shows e tals, então queria que minha vida fosse uma fita VHS.

Uma vez uma das minhas fitas, uma bem especial por sinal. agarrou dentro do video, e uma parte da fita ficou mastigada. Eu resolvi concertar já que adorava aquela fita, abri a fita, retirei os rolos e cortei fora o pedaço mastigado.

Para unir uma fita a outra, usei fita crepe.Confesso que perdi boa parte da fita, mas a tenho até hoje.

Queria que minha vida fosse uma fita VHS, ela sería toda picotada, cheia de remendos...


... Mas ainda daría para assistir.

quarta-feira, 21 de abril de 2010

Eu


Continuo procurando um lugar para me encaixar

Onde eu possa me expressar

Tenho me esforçado pra encontrar as pessoas

Que não irei deixar pra trás

Elas dizem que tenho cérebro

Mas elas não estão me fazendo bem nenhum

Queria que elas pudessem

Toda hora as coisas acontecem de novo

Penso que tem alguma coisa boa vindo pra mim

Mas dá errado

Ás vezes me sinto muito triste

Acho que não fui feita para esses tempos

Toda vez que tenho uma inspiração

Para mudar as coisas ao redor

Ninguem quer me ajudar a procurar lugares

Onde coisas novas podem ser encontradas

Como posso mudar quando meus amigos dos tempos bons

Me abandonaram

Sobre o que é tudo isso?

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Inércia


Não sinto calor ou frio,

nem cheio ou vazio.

Não sinto cheiro ou gosto,

se doce ou salgado

se amargo ou azedo.

Não sinto a chuva ou o vento.

Não vejo o velho ou o novo

Não vejo a cor ou o brilho

Não diferencio o cachorro do gato

Não importa se chinelo ou sapato

se pró seco ou kisuco

se lasagna ou ovo frito.

Não sinto feliz ou triste

Não vejo se belo ou feio

se está ou existe

Não ouço a musíca como antes

não sei se azul ou castanho

não sei mais minha idade

ou meu aniversário

não ligo se ta claro ou escuro

se é miriam ou armani

Não tenho pena se eu morrer

Não vejo a graça do querer...

... Durmo por que dá sono, como por que dá fome, trabalho por que pago aluguel.

No mais, sou uma MOITA.... ÁS VEZES BALANÇO.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Desabafo


Ignorando a metáfora de casulos e larvas, me vejo num quadro que nunca imaginei estar, confúsa e cheia de mágoa com medo de me mostrar e sem um rumo exato.É incrível como todos tem um bom conselho e nenhuma solução, como o que se encaixa pra mim não se encaixa pra mais ninguém... Como somos tolos e fúteis, o mundo se acabando em terremotos e TSUNAMIS e eu aqui presa em um apartamento lamentando minhas decisões e meu passado.

Como me descuro fraca, BRUTA, CIEGA SURDOMUDA. Perdi a capacidade de atuar, de esconder meu real estado, agora sou transparente como água e sinto que é só uma gota de todo o OCEANO que se aproxíma, parece drama mas como sou adepta de MURPH... Tudo pode piorar e vai. Uma vez eu disse "Melhor ser otimísta que pessimísta, até que tudo de errado o otimísta sofreu menos" .... Daí um "AMIGO" completou... OU SE DECEPCIONOU MAIS! Eu nunca esqueci.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Fase Larva


As Borboletas passam por 4 fases, sendo elas ovo, larva, casulo e borboleta adulta.Na minha fase "larva" não fui muito feliz, fiz escolhas que não deveria ter feito e acabei comendo das folhas erradas... A Monarca alimenta-se de uma planta da família das asclépias, portadoras de cardenolídeos ou glicosídeos cordiotônicas, essas substâncias as tornam venenosas.
Ou seja, talvez tenha me faltado veneno... Essa fase larva tornou-se longa, mais do que devería, as larvas fazem um casulo a sua volta por uma questão natural, é a fase de amadurecimento da mesma onde se tornara adulta, Borboleta.Eu entrei num casulo por livre e espontânea presão, para me esconder e quem sabe sair ilesa.Mas não posso dizer que não tive apoio, uma borboleta adulta me ofereceu um casulo simples e transparente, praticamente algo a que tive durante grande parte de ovo a larva, mas não mudaria nada, as regras seríam as mesmas de quando eu era ovo, só faria o que a borboleta adulta me permitisse e com o casulo transparente eu acabaría vendo coisas que não queria, como o motivo que me levou a ser casulo.Outra borboleta adulta, companheira da primeira disse que se eu quisse ficar que não teria problema, mas que ela achava melhor que eu fizesse meu casulo em outra árvore, de preferência longe junto com uma borboleta que me ajudasse a crescer dentro do casulo até que eu tenha força pra sair e me mostrar.
Uma Borboleta Colorida me ofereceu um espaço em sua árvore, disse que minha presença a ajudaría tambem e que só tería de seguir algumas regras nada demais, por ser uma borboleta muito especial e que tambem passou por uma fase larva complicada, aceitei e acho que irei aprender muito com ela.Ainda estou no meu casulo, ele não tem cor definida hora branco, hora preto de vez em quando FURTACOR, aqui dentro não tenho feito muita coisa, mais observo e durmo e embora as borboletas não se alimentem dentro do casulo tenho feito muito isso. Enquanto casulo, conterei minhas histórias na fase larva.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010


As Borboletas são animais muito interessantes, começam feias como lagartas moles e estranhas que comem e se trancam em uma capa fina e resistênte para se esconder, se transformar. Acredito que lá de dentro elas ouçam o mundo a sua volta e por mais que tenham vontade de sair não podem, pois uma força maior as seguram lá dentro.

Bem estou no meu casúlo agora, e vou contar como é ficar aqui e ouvir o mundo sem poder sair!